Substituição da válvula cardíaca

Fundo Caixa Verde

Se não puder ser reparada, a válvula cardíaca será substituída. Na maioria dos grandes hospitais, a substituição da válvula cardíaca tem se tornado um procedimento comum graças aos avanços da tecnologia e à melhora da técnica cirúrgica e do design da válvula.


Durante o procedimento de substituição, o cirurgião removerá sua válvula cardíaca e implantará uma válvula artificial (protética) em seu lugar. Existem dois tipos de válvula protética usados para substituição: biológica e mecânica.

Quando a substituição da válvula cardíaca é necessária, a decisão de implantar uma válvula biológica ou uma válvula mecânica é tomada com base em vários fatores:

  • Condições saudáveis (além de seus problemas do coração)
  • Medicamentos
  • Expectativa de vida e idade do paciente
  • Estilo de vida

Vários estudos têm mostrado que os receptores de válvula cardíaca relatam a mesma qualidade de vida independentemente de terem uma válvula mecânica ou uma biológica.1-4

Válvulas cardíacas biológicas

As válvulas biológicas são feitas com tecidos de válvulas cardíacas suínas (porco) ou com tecido cardíaco bovino (vaca) porque eles funcionam como válvulas cardíacas humanas. Assim que é removido do animal, o tecido passa por um tratamento químico para preservar o tecido e evitar reações imunológicas depois que ele for colocado no paciente.

A homoplastia ou aloplastia envolve uma válvula cardíaca obtida de um doador humano. Embora as válvulas biológicas não durem tanto quanto as válvulas cardíacas mecânicas, elas não exigem o uso vitalício de medicamento anticoagulante (afinador do sangue).

Saiba mais sobre válvulas cardíacas biológicas

Foto da válvula cardíaca biológica: válvulas biológicas são feitas com tecido das válulas porcinas (porco) ou tecido cardíaco bovino (vaca).

Válvulas cardíacas mecânicas

Uma válvula mecânica é desenvolvida com cuidado para imitar uma válvula cardíaca nativa. Assim como sua própria válvula cardíaca natural, ela tem um anel para dar suporte às folhas. A válvula mecânica abre e fecha em cada batimento cardíaco, permitindo o fluxo sanguíneo adequado no coração. As válvulas mecânicas são feitas para durar para sempre, mas elas exigem o uso de medicamento anticoagulante (afinador do sangue). O medicamento anticoagulante deve ser tomado todos os dias e você será monitorada para garantir a administração da dose certa para a sua situação.

Mais de 1,9 milhão de válvulas mecânicas da St. Jude Medical foram implantadas no mundo todo nos últimos 25 anos*, o que as transforma nas válvulas mais usadas e estudadas do mercado.

Saiba mais sobre válvulas cardíacas mecânicas

Foto da válvula cardíaca mecânica: as válvulas cardíacas mecânicas são projetadas para imitar as válvulas cardíacas naturais.

Anticoagulantes (afinadores do sangue) para válvulas cardíacas mecânicas

Para impedir a formação de coágulos de sangue na válvula mecânica, você deve tomar medicamentos anticoagulantes (afinadores do sangue) diariamente. Como a dose desse medicamento varia de pessoa para pessoa, você terá que fazer exames de sangue periodicamente no consultório médico, em uma clínica de anticoagulantes ou em casa com um kit de teste especial para monitorar sua taxa normalizada internacional (INR). O teste de INR mede o tempo de coagulação do seu sangue e o compara com uma média.

Saiba mais sobre medicamentos anticoagulantes

Benefícios e riscos

A cirurgia de substituição da válvula cardíaca pode oferecer vários benefícios importantes. Esse procedimento foi desenvolvido para ajudar o coração a funcionar com mais eficiência, ou seja, você poderá começar a se sentir melhor imediatamente assim que a válvula substituta for implantada. Outras pessoas melhoram gradualmente, readquirindo a energia e a força algumas semanas depois da cirurgia. Converse com o médico sobre seu progresso e peça sugestões de exercícios e atividades que você pode fazer para se sentir mais forte e recuperar as energias.

Como em qualquer procedimento cirúrgico, existem riscos na substituição da válvula cardíaca. Os riscos podem incluir, mas não de forma exclusiva, o seguinte:

  • Danos nas células sanguíneas (hemólise)
  • Baixa contagem de glóbulos vermelhos (anemia hemolítica)
  • Hemorragia
  • Infecção
  • Coagulação na válvula (formação de trombos)
  • Tecido na válvula (pannus valvular)
  • Coágulos soltos na corrente sanguínea que podem bloquear artérias dos braços, das pernas ou do cérebro (tromboembolia)
  • Insuficiência valvular (que pode incluir danos estruturais)
  • Vazamento ao redor da borda da válvula (vazamento paravalvular)
  • Necessidade de nova operação
  • Explantação (remoção da válvula)Explantação (remoção da válvula)
  • Arritmia
  • Derrame cerebral
  • Angina
  • Insuficiência cardíaca
  • Morte

Os riscos de cada paciente podem ser avaliados melhor pelo cirurgião cardíaco e pelo cardiologista. Normalmente, os riscos dependem da idade, da saúde geral, de condições médicas específicas e da função do coração. Converse com o médico para entender melhor os possíveis benefícios e riscos de sua situação clínica.

*Dados do arquivo da St. Jude Medical

1Koertke H, Kirchberger I, Minami K, et al. Quality of Life after Heart Valve Replacement – A Comparison of Patients with Biológical Versus Mechanical Heart Valves, Society of Heart Valve Disease 1st biennial meeting, London, 2001, abstract 85.

2Perchinsky M, Henderson C, Jamieson WR, et al. Quality of life in patients with bioprostheses and mechanical prostheses. Evaluation of cohorts of patients aged 51 to 65 years at implantation. Circ. 1998 Nov 10;98(19Suppl):1181-6; discussion 1186-7.

3Myken P, Caidahl K, Larsson P, et al. Mechanical Versus Biológical Valve Prostheses: A Ten-Year Comparison Regarding Function and Quality of Life. Ann of Thorac Surg. 1995 Aug; 60(2 supplement);s447-s452.

4Goldsmith I, Lip G, Patl R. A retrospective study of changes in patients’ quality of life after aortic valve replacement. J Heart Valve Dis, 2001; 10(3):346-353.

ST. JUDE MEDICAL, o símbolo de nove quadrados e MORE CONTROL. LESS RISK. são marcas registradas e não registradas e marcas de serviço da St. Jude Medical, Inc. e das empresas relacionadas. ©2010 St. Jude Medical, Inc. Todos os direitos reservados.